Entenda a diferença entre punir e educar seu pet

Saiba quais são as consequências da punição e os benefícios da educação

Portal do Dog
Fotos: Divulgação
Foto sobre "Entenda a diferença entre punir e educar seu pet"

É claro que punir é diferente de educar. Porém, muita gente ainda não conhece os dois lados deste assunto. E assim, passam horas e horas tentando “educar” o seu pet a partir da punição. Mas, este talvez não seja o melhor caminho.

Para saber mais sobre este assunto, não deixe de acompanhar o nosso artigo de hoje. Veja mais informações a seguir.

Punir é diferente de educar

Para que você compreenda o que estamos querendo lhe dizer, é necessário que você se atente a alguns pontos envolvidos com o adestramento de cães. Elencamos abaixo:

1- A punição gera medo

Todo mundo sabe que punir é diferente de educar simplesmente porque quando punimos, geramos medo. E, afinal, o que você quer gerar em seu pet? Medo? Temor? Insegurança? Acreditamos que não. Portanto, comece a pensar sobre a maneira que você tem “educado” o seu melhor amigo até então.

Pensou? Agora, tente visualizar qual o comportamento do cachorro diante disso: ele demonstra medo? Arrependimento? Como ele reage?

Pois uma coisa é certa: se o seu cão chora ou tenta se esconder demonstrando medo de fato, talvez você não esteja seguindo um caminho saudável. E ainda, é possível que gere muito estresse e até mesmo ansiedade no pet. Portanto, cuidado!

2- A educação gera respeito

Enquanto que a punição gera esquiva, medo, estresse e ansiedade, a educação gera respeito. E assim, quando você chamar a atenção do seu cãozinho, ele automaticamente respeitará a sua ordem e lhe obedecerá. Sem que este episódio gere qualquer tipo de desconforto excessivo no animal. E assim, você garante a saúde mental do mesmo.

3- A punição promove a agressão

Você já deve ter ouvido falar que quanto mais punimos, mais transformamos os que receberam a punição em verdadeiros agressores. E isso cabe não somente para o mundo dos pets, como para o nosso próprio mundo e sociedade.

Portanto, tome muito cuidado com a forma que você educa o seu cão. Uma vez que punir é diferente de educar, e se você machucá-lo com tapas ou outras punições físicas, é bem provável que o seu cachorro se torne cada vez mais agressivo. E assim, o mesmo poderá ter dificuldades sociais graves.

4- A recompensa promove a motivação

Por fim, tente mentalizar o quanto a recompensa é muito mais, de fato, recompensadora. Principalmente quando pensamos em adestramento e educação de cães e gatos. Pois o reforço positivo pode torná-los ainda mais engajados com o processo de aprendizagem. E além de ser mais saudável, gera resultados ainda mais rápidos.

Você pode, dessa maneira, apostar em petiscos, carícias e palavras de incentivo na hora de educar o seu dog. Assim ele se sentirá mais acolhido e amado, melhorando ainda mais o seu desempenho nas atividades.

O seu pet merece carinho e cuidados especiais

A partir de nossos apontamentos, ficou claro a importância da educação com amor e cuidado, ao invés do uso da punição. Lembre-se: a punição eleva a agressão, o medo e o estresse. Enquanto que a educação, de fato, com amor e paciência, promove uma vida saudável e um relacionamento incrível entre você e o seu melhor amigo. Pode acreditar!

por Camila Da Silva             

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.