DER retira cruzes usadas em manifestação na Rodovia Livio Tagliassachi

Departamento alega motivo de segurança e decisão revolta população

Da redação: Rafael Barbosa
Fotos: Rafael Barbosa
Foto sobre "DER retira cruzes usadas em manifestação na Rodovia Livio Tagliassachi"

Menos de duas horas após a manifestação por mais segurança na em Rodovia Lívio Tagliassachi, o Departamento de Estradas e Rolagem (DER) retirou as cruzes usadas pelos manifestantes e que foram pregadas no chão de pontos específicos da pista.

A manifestação ocorrida na manhã deste sábado (16) teve o objetivo de alertar a população e as autoridades competentes sobre os perigos da rodovia e pedir por mais segurança em uma das vias mais movimentadas da cidade e da região.

Os manifestantes seguiram pela via e espalharam mais de 100 cruzes em pontos estratégicos, na região da entrada do bairro Saboó, da conhecida “biquinha de água” e da fábrica Fortaleza. Os objetivos foram fixados em pontos de canteiros ou em área ao lado do acostamento, sem terem contato com a via em si, com o objetivo de não atrapalhar o tráfego de veículos.

Todo o processo foi acompanhado pela Polícia Rodoviária, Policia Militar e Guarda Municipal, que prestaram apoio aos manifestantes juntamente com a ambulância pertencente a equipe de Urgência e Emergência da Prefeitura de São Roque.

Entretanto, segundo um dos organizadores da manifestação, o empresário Diego Abib, menos de duas horas após a manifestação ele foi informado que um veículo do DER estava na rodovia tirando as cruzes e, ao ir ao local, constatou a retirada dos objetos que representavam as diversas vítimas que perderam a vida na estrada e a dor de suas famílias.

Segundo informações divulgadas pela rádio Coluna FM, o DER informou que o trecho da rodovia é de domínio do estado e, portanto, é proibido a permanência de objetos que não correspondam a finalidade de segurança da rodovia. Deste modo, as cruzes foram retiradas por uma necessidade de segurança para os motoristas devido a sinalização do trecho entre São Roque, até a divisa com Araçariguama.

A informação causou revolta nos organizadores da manifestação e em boa parte da população da cidade. “Acho um desrespeito. Notificamos o DER sobre a manifestação pacifica e apartidária que realizamos na rodovia e, além nem mesmo compareceram ao evento para acompanhar,  ainda por cima retiram as cruzes quando viramos as costas. Eles informaram a rádio que foi por uma questão de segurança, porém as cruzes não prejudicam ninguém, ao contrário do motorista imprudente e uma estrada ruim. Estes sim são fatores que prejudicam a segurança da Rodovia Lívio Tagliassachi”, comentou Abib a nossa redação.

Confira abaixo nossa galeria de imagens e as vídeo reportagens sobre o evento.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.

  • Antônio Boccato

    Deveriam remover o radar atualmente instalado numa reta com o único objetivo de multar para o local de maior incidência de acidentes.