Tragédia em Brumadinho gera apreensão e planos de segurança para barragem em Alumínio

Ações devem ser implementadas até o fim do ano

Fonte: Portal G1
Foto: Witter Veloso/TV TEM
Foto sobre "Tragédia em Brumadinho gera apreensão e planos de segurança para barragem em Alumínio "

O rompimento da barragem em Brumadinho (MG) gerou apreensão e alerta em outros municípios que também possuem barragens, como é o caso de Alumínio. Após se reunir com seu departamento de Defesa Civil, Meio Ambiente e representantes da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), a Prefeitura de Alumínio anunciou nesta segunda-feira (28) medidas de segurança que devem ser implementadas para moradores da cidade até o final do ano.

De acordo com a Prefeitura Municipal, 12 sirenes devem ser instaladas em diversos pontos da cidade e serão acionadas não apenas em caso de rompimento da barragem, mas para situações emergenciais. A Defesa Civil também irá mapear quais são as áreas de risco devido a barragem e as pessoas que moram nestes locais serão orientados sobre rotas de fuga em caso de momentos críticos. Outra ação será a organização de simulações sobre situações emergenciais, como forma de orientar a população de como se portar caso ocorra um momento de risco e treinar a evacuação por parte dos órgãos competentes .  

"A empresa se comprometeu que até o fim do ano serão instaladas sirenes para alertar os moradores, vai fazer simulação para retirar o pessoal rapidamente da área, serão feitos boletins para informar lugares altos e temos ônibus preparados", disse Antônio Piassentini, prefeito de Alumínio, que afirmou que o município tem estrutura para retirar os munícipes dos locais de risco em casos de emergência.

A barragem da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), uma das maiores produtoras de alumínio do país, foi criada na década de 90 e conta com um paredão de 100 metros, sendo uma das maiores construídas para guarda resíduos do Estado de São Paulo, tendo com um quilometro quadrado em sua extensão.

De acordo com a CBA, a estrutura atende as normas de segurança exigidas pelos órgãos competentes e possui 25 milhões de metros cúbicos de resíduos da produção de alumínio (a conhecida lama vermelha), sendo que a maior parte do material está na forma sólida.

Conforme o Sistema Nacional de Informações Sobre Segurança de Barragens (SNISB), o risco de rompimento da barragem é baixo é baixo. Segundo a CBA a barragen tem um sistema robusto de gestão de segurança, que garante a integridade física da barragem com método estrutural que envolve pedra, granito e argila.

Entretanto o índice de Dano Potencial Associado (CDA), que mede o estrago que poderia ser causado em caso de rompimento da estrutura, é considerado alto. Isto ocorre porque, segundo relatório do governo do Estado de São Paulo, parte da cidade e também da empresa estão abaixo da barragem e poderiam ser atingidas em caso de rompimento.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.