Serviço de Zoonoses de São Roque alerta população sobre cuidados com escorpiões

Ultimamente, o aparecimento dos animais tem gerado reclamações

Da Redação: Ana Laura Gonzalez
Foto sobre "Serviço de Zoonoses de São Roque alerta população sobre cuidados com escorpiões"
Creditos da imagem: Reprodução / Internet

Nesta época do ano, período onde as condições climáticas são favoráveis à proliferação de escorpiões, o Departamento de Saúde reforça a necessidade de toda a população redobrar os cuidados para prevenir possíveis picadas do animal. Ultimamente, o aparecimento deles tem gerado reclamações da população são-roquense.

A Prefeitura de São Roque, por meio do Serviço de Controle de Zoonoses, auxilia os moradores da cidade em ações voltadas para a prevenção dessas aparições, como visitas em imóveis de pessoas que comunicam a presença do animal no ambiente, e também em cartazes com algumas formas de evitar o problema.

Apesar do trabalho, a colaboração de cada morador é essencial. O chefe do Serviço de Controle de Zoonoses, Alexandre Silveira, explica que o papel de sua equipe é conscientizar a população, pois muita gente notifica o serviço pensando que eles fazem a limpeza e dedetizam as casas.

PUBLICIDADEteste

“Quando nós somos solicitados pelo munícipe, vamos até o local e fazemos as orientações. Não executamos nenhum trabalho de limpeza nos imóveis, isso é responsabilidade de cada morador. A nossa função é orientar para que a pessoa esteja informada e consiga agir contra o escorpião”.

Alexandre também cita alguns meios de proteção bastante eficazes para as residências, além de mantê-las sempre limpas e sem qualquer tipo de material de construção acumulado nos quintais. “É importante que as pessoas possuam em suas casas rodos embaixo das portas, aquelas cobrinhas de areia, proteção nas janelas e também ralos com tampa. Tudo isso ajuda a bloquear o acesso do escorpião na parte interna do imóvel”.

O Departamento de Saúde destaca que em casos de contato com o veneno do animal, a vítima deve procurar imediatamente um serviço médico que avaliará todas as necessidades considerando a individualidade de cada um, já que nem toda picada exige aplicação do soro antiescorpiônico.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.