5 benefícios da carne suína

Rica em proteína e minerais, alguns mitos ainda cercam uma das carnes mais saborosas que existe

Foto sobre "5 benefícios da carne suína"

Saborosa e perigosa. É deste jeito que muitos brasileiros conhecem a carne suína. Com o tempo, muitos mitos sobre esta iguaria foram sendo derrubados e, hoje, os seus benefícios para a saúde são comprovados por nutricionistas e especialistas sobre alimentação. Nós vamos falar sobre as vantagens de uma dieta com carne de porco, mas, antes, mostrar como é a sua produção nos dias de hoje.

Brasil é um dos campeões em criação de porcos no mundo

O Brasil é quarto maior criador de suínos no mundo, seu consumo por habitante é de aproximadamente 15 quilos por ano. A expectativa é que esse número aumente devido à crescente aceitação desta carne pela população. Antes associado com restos de comida e muita sujeira, o rebanho suíno mudou bastante a sua maneira de criação. Atualmente, os animais são tratados em ambientes controlados com alimentação balanceada e viveiros higienizados.

As novas técnicas de produção também ajudaram a desmistificar alguns rótulos. A ideia de que a carne de porco é uma transmissora de doenças parasitárias, como a cisticercose e teníase, já caiu por terra, sendo que tais parasitas podem ser encontrados em outros tipos de carne e até em legumes e verduras se não forem produzidas e armazenadas de forma apropriada.

Vista com uma carne muito gorda, até mesmo pela associação com o bacon e a linguiça, a carne suína pode ser muito bem aproveitada, principalmente pelo corte. As principais peças são:

  • Paleta
  • Lombo
  • Pernil

Pouca gordura

Os cortes descritos acima possuem teor de gordura menor que a de um frango. É surpreendente, mas verdadeira a afirmação de que a carne de porco é mais magra que a ave e o boi. Veja só como cada 100 gramas de peça suína tem metade da gordura em relação às outras carnes:

  • Suíno – 06 mg
  • Bovino – 12 mg
  • Frango – 12 mg

Menos sal

Outra grande surpresa é o baixo teor de sódio encontrado no corte suíno. Ao contrário de muitos tipos de carnes vermelhas e brancas, a de porco não é de natureza salgada, logo pode ser usada em dietas de pacientes com hipertensão e que precisam evitar o sal.

Fonte de complexo B

Possui boa quantidade de Tiamina, substância importante para a prevenção de problemas vasculares e necessária para o metabolismo dos hidratos de carbono. Além disso, também possui outras vitaminas do complexo B como:

  • Riboflavina
  • Niacina
  • Piridoxina
  • Cobalamina

Rica em minerais e nutrientes

Como toda a carne, a suína é fonte de proteína, mas possui outras substâncias indispensáveis ao homem como nutrientes e minerais. Um dos principais é o selênio, um poderoso antioxidante que auxilia o sistema imunológico e o bom funcionamento das glândulas tireoides. Além do selênio, podemos encontrar:

  • Magnésio
  • Ferro
  • Zinco
  • Potássio
  • Fósforo

Livre de substâncias sintéticas

Outra vantagem que vem fazendo da carne de porco uma boa alternativa na mesa brasileira é a forma como é tratada a suinocultura. Os animais são alimentados com ração e não existe a ingestão de hormônios para ajudar no desenvolvimento, como acontece na criação de aves, como o frango. Mesmo não tendo malefícios comprovados, tais substâncias são vistas com muita desconfiança pelo consumidor e não agregam em nada o valor nutricional da carne.

Conheça a linha completa de carnes suínas da Swift.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.