Projeto de concessão do Recanto da Cascata é discutido em sessão na Câmara

O projeto 13-E foi aprovado em primeira discussão e deve entrar novamente na pauta da Câmara Municipal em breve

Foto sobre "Projeto de concessão do Recanto da Cascata é discutido em sessão na Câmara"
Creditos da imagem: Da Redação: Lucas Caparelli / Foto: Lucas Caparelli

Na sessão ordinária da última segunda-feira, dia 10, foi aprovado em primeira discussão o projeto 13-E, de autoria do Executivo. O documento autoriza a concessão de uso do espaço do Recanto da Cascata para o SR Instituto Pró-Cidadania, uma vez que a concessão para o Sindusvinho venceu no último dia 31 de dezembro.  

Em primeiro lugar, além do projeto em si, foi discutida uma emenda supressiva de autoria do vereador Guto Issa, na qual pediu a retirada da remuneração de cinco mil reais ao Instituto. A emenda foi aprovada em primeira discussão.

Durante a discussão do projeto alguns vereadores expuseram suas opiniões.

“Nós temos de deixar claro que defendemos o que é melhor para o espaço. Esse projeto não deixa claro o que será feito da Expo São Roque. O Sindusvinho é formado por pessoas que são ligadas a uma tradição da cidade. O espaço foi totalmente adequado, diferente de quando foi assumido pelo sindicato. Além disso, não diz nada sobre o que será feito da Feira Noturna, outro importante evento que ocorre no local. Seria muito melhor que tivesse sido feita uma concorrência pública entre aqueles que fossem interessados em tomar conta do espaço. Agora, usar do Recanto da Cascata como objeto de politicagem não pode”, disse o vereador Etelvino Nogueira.

“Acho imoral o fato do tesoureiro desta ONG, como consta no projeto, ser o mesmo tesoureiro da campanha. Esse projeto contem documentos que não estão totalmente esclarecidos e outros que estão faltando, por isso não temos condições de votar a favor”, afirma o vereador Donizete de Moraes.  

“Será feita uma reunião com a ONG para se decidir o que será feito com a Expo São Roque e com o espaço em geral. Os recursos provenientes dessa concessão serão encaminhados ao Turismo do município. A idéia é que essa ação seja de fato algo que possa melhorar as condições da cidade de São Roque”, disse o vereador Rodrigo Nunes.

O projeto 13-E foi aprovado em primeira discussão e deve, assim como a emenda citada acima, entrar novamente na pauta da Câmara Municipal em breve.

 

Publicidade:

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.