O que você precisa saber antes de encarar as batalhas épicas de FOR HONOR

Quem ganharia uma luta entre samurais, cavaleiros medievais e vikings? Confira o novo game da Ubisoft e descubra você mesmo.

Foto: Reprodução / Internet
Foto sobre "O que você precisa saber antes de encarar as batalhas épicas de FOR HONOR"

Da Redação: Rafael Barbosa - Foto: Reprodução / Internet

FOR HONOR é um dos games mais aguardados de fevereiro. A nova aposta da Ubisoft em unir guerreiros históricos em confrontos sanguinários é algo novo no mundo dos games e promete trazer boas lembranças daqueles nossos tempos de criança, quando nos reuníamos com os amigos para brincar com nossos bonequinhos dos Cavaleiros do zodíaco, Comandos em Ação, Power Ranger e outros brinquedos de diferentes franquias, que eram colocados para lutarem em grandes batalhas épicas.

Para você que ainda não sabe qual é a deste jogo, preparamos um material especial que vai mostrar tudo o que você precisa saber sobre ele. Então pegue seu machado e sua espada (ou katana, se preferir) e entre conosco neste mundo de guerras e heróis.

O que é For Honor?

FOR HONOR é o novo lançamento da Ubisoft, empresa responsável por sucessos como ASSASSIN’S CREED, FAR CRY e SPLINTER CELL. O game chegou as prateleiras das lojas no dia 14 de fevereiro, para Xbox One, PS4 e PC e a sua proposta é bem simples: colocar Vikings, Cavaleiros e Samurais para lutarem pela supremacia de suas facções em grandes batalhas épicas e sanguinárias. O game é focado nas partidas on-line e faz parte de um novo direcionamento da desenvolvedora francesa, que vem investindo cada vez mais em títulos que devem ser jogados inteiramente pela internet, como THE DIVISION e TOM CLANCY'S RAINBOW SIX SIEGE.

Um mundo de guerra

O game tem uma mitologia muito bem definida e que infelizmente começa com um evento apocalíptico que praticamente destruiu nosso planeta, acabando com civilizações inteiras e obrigando seus sobreviventes a literalmente lutarem para sobreviverem.

Em meio ao caos, três facções se sobressaíram e conseguiram reconstruir suas civilizações: os Cavaleiros da Legião de Ferro, os Samurais do Império da Aurora e os Vikings Nascidos da Guerra. Por muitos anos estes três grupos lutaram entre si pela supremacia e após inúmeras mortes, a paz finalmente começava a se tornar algo real e não apenas um sonho tolo.

Porém, quando os guerreiros se preparavam para baixar suas armas, Apollyon, a amazona líder da Legião Pedra Negra, incita um novo conflito entre as três classes reavivando as chamas da guerra e colocando os combatentes novamente no campo de batalha.

As Batalhas Online

As batalhas on-line são o grande destaque do game e é nele que FOR HONOR mostra a que veio. Cada uma das três facções tem quatro classes de soldados disponíveis e cada um destes 12 combatentes disponiveis ao jogador tem características únicas que podem ser exploradas de diferentes formas. Os Cavaleiros Conquistadores, por exemplo, são verdadeiros tanques de guerra e tem um ótimo poder defesa, enquanto os Vikings Invasores são guerreiros de força bruta, capazes de golpes devastadores,e os Samurais Nobushi são ágeis e oferecem um excelente suporte aos companheiros de equipe.

Assim que escolher o seu herói, basta entrar em um dos cinco modos oferecidos pelo jogo e partir para a batalha. Além dos duelos 1x1 e 2x2, o game também oferece duas variações de lutas entre equipes de quatro combatentes, além do modo Dominação, que promete ser o mais popular do game, onde somos colocados em arenas recheadas de inimigos controlados pelo jogo, além dos personagens dos nossos aliados e adversários. Neste modo, objetivo é conquistar territórios e ganhar pontos até que seja hora de eliminar todos os oponentes.

Uma vez que vencemos as disputas, nosso personagem ganha pontos que podem ser gastos para melhorar nosso personagem, com novas armas e equipamentos que conferem novas características aos combatentes, o que será de grande ajuda principalmente quando enfrentarmos inimigos nos níveis mais elevados.

Posso jogar sozinho?

Mesmo que o jogo seja focado no competitivo on-line, FOR HONOR também oferece um modo campanha, embora ele também precise ser jogado conectado à internet (vai entender). O modo single player do game tem duração aproximada de seis horas, divididos em três capítulo que são centrados em cada uma das facções do game.

A campanha segue o padrão que já estamos acostumados nos jogos FPS, ou seja, são recheadas de momentos cinematográficos e onde o objetivo consiste basicamente em avançar até um ponto marcado no mapa e derrotar os inimigos no caminho. Ao final de cada missão, ganhamos pontos de experiências, recursos e habilidades especiais que irão nos ajudar durante a campanha. 

Como já se tornou padrão nos jogos da Ubisoft o game está totalmente localizado para o nosso idioma, logo todos os dialogos são dublados e os textos estão devidamente traduzido para o português. 

Lutas sangrentas

FOR HONOR é um jogo totalmente focado em batalhas e assim, ele é construído inteiramente com base no seu modo de batalha. Temos a nossa disposição ataques fortes, que são mais poderosos e lentos, e os golpes fracos, que são mais rápidos mas não causam muito dano. A combinação destas duas ações rende combos que precisam ser dominados, além de outras ações igualmente importantes, como a quebrar a defesa do adversário e os agarrões.

Mas o que realmente transforma o combate do game em algo único é a forma como o posicionamento de nossas armas influencia nos nossos ataques e defesas. A posição na qual o jogado segura a sua arma (esquerda, direita e cima) define o lado em que seu personagem irá atacar e defender os golpes do oponente, ou seja, se for atacado com um golpe vindo de cima, o jogador terá que mudar sua defesa para esta posição (através do analógico direito do controle) para defender o golpe. Como a regra vale para os dois lados, se você atacar o oponente no mesmo lado em que ele posicionou a própria arma, ele também irá defender seu ataque automaticamente.

Assim não adianta simplesmente sair balançando sua arma, pois é necessário observar qual a ação do oponente, mudando constantemente sua posição de batalha para se defender dos golpes inimigos e buscar uma brecha da defesa adversária para acertar um golpe certeiro. Tudo isso enquanto se presta atenção na sua barra de stamina, que diminui a cada golpe e deixa seu personagem vulnerável quando acaba.

Pode parecer um tanto complicado à primeira vista, mas o sistema de combate de FOR HONOR é a base do jogo e uma vez dominado, fara de você um oponente perigoso e não apenas um malandro segurando um pedaço de ferro.

Existe futuro nesta guerra?

Embora o game tenha tido uma boa recepção, jogos on-line sempre trazem uma preocupação aos jogadores: Ele vai durar?

A resposta para esta pergunta é incerta, afinal a longevidade de um jogo multiplayer depende tanto do suporte da sua desenvolvedora, em abastecer seu título com novos conteúdos, quanto da comunidade em continuar a jogá-lo. As ações da Ubisoft mostram que a empresa sabe que precisa investir constantemente em novos conteudos e Rainbow Six Siege é uma prova disso, pois o jogo conseguiu criar uma comunidade muito forte de adeptos, principalmente no Brasil.

Ainda é incerto dizer se a desenvolvedora francesa pretende investir no seu novo título a ponto de transformá-lo em um e-sport, com competições oficiais, equipes profissionais e prêmios em dinheiro, embora este seja um caminho muito provável.

Enquanto isso não acontece, os jogadores têm que fazer a sua parte, mas é provável que vejamos uma boa quantidade de novos modos de jogo e arenas sendo lançadas para o jogo em um futuro próximo e, quem sabe, uma ou duas facções novas de guerreiros. Já estou cruzando os dedos para que sejam guerreiros mongóis. E você?

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.