Polícia Civil apreende mais de 100 armas após operação no bairro Paisagem Colonial

Foto: Divulgação Polícia Civil
Foto sobre "Polícia Civil apreende mais de 100 armas após operação no bairro Paisagem Colonial"

Da Redação: Geovanne Danioti / Rafael Barbosa - Foto: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil de São Roque aprendeu mais de 100 armas durante uma operação realizada na manhã desta quarta-feira (25) no bairro Paisagem Colonial (conhecido Goianã). As autoridades receberam uma denúncia anônima de que um grupo de indivíduos havia sido vistos escondendo objetos parecidos com armas em um terreno baldio no bairro Paisagem Colonial, o conhecido Goianã, especificamente no final da Viela 2 da rua Cláudio Manoel da Costa.

De posse das informações uma equipe se deslocou até o local, onde encontrou um barraco que estava desocupado. Ao lado da moradia, havia um conjunto de madeiras empilhadas e embaixo da pilha os policiais encontraram mais de 100 armas entre revolveres, armas artesanais, espingardas e diversas munições.

Como não havia ninguém no local, foram realizadas buscas no bairro na tentativa de localizar quem seria o responsável pelo armamento, porém ninguém foi localizado.   As autoridades também tentaram falar com moradores da região sobre a ocorrência, porém todos se mostraram receosos ao falarem sobre o assunto. "Sabemos que o local é ponto de tráfico de drogas e assim o medo de represália impera. Por isso não conseguimos informações sobre quem seriam os proprietários das armas", afirmou o escrivão chefe da Delegacia de São Roque Anderson Góes.

Os armamentos foram levados para a Delegacia de São Roque e ao todo, foram apreendidos: três armas artesanais, cinco espingardas, 19 garruchas,  nove pistolas (duas de calibre 9mm) e 73 revólveres, além de diversas munições (33 cartuchos de calibre 22, quatro de calibre 380, 10 de calibre 762, 31 de calibre 36, uma de calibre 9mm e 59 cartuchos de calibre 32).

Segundo a Polícia Civil de São Roque as armas serão encaminhadas ao Instituto de Criminalista para tentar identificar a procedência das mesmas. Um inquérito policial foi instaurado para tentar descobrir a procedência do armamento e sua utilização.

As investigações continuam e, de acordo com as autoridades, já existem suspeitos sobre o caso que estariam relacionados ao tráfico de drogas da área.

Comentários:

Suas informações de contato não serão divulgadas.