Cuide bem do seu idoso

Cuide bem do seu idoso

- Foto: Reprodução / Internet

O sentimento de solidão é algo dolorido de vivenciar ainda mais se estamos nos referindo aos idosos, pois precisamos lembrar que estes já se encontram em uma fase mais difícil de seu ciclo vital, tornando frequente e comum um possível mal estar e deslocamento. Esta tal “solidão” é a consequência de diversos motivos e se misturam a sentimentos de inutilidade com as mudanças físicas e mudanças do quadro familiar, as quais geram outras consequências como depressões e transtornos psicofísicos.

Toda pessoa de idade avançada requer companhia, se torna mais exigente e dependente devido às mudanças biológicas sofridas, passando a apresentar sinais como perda de memória, alterações na conduta, dificuldade de administrar bens, lentidão ou outros problemas mais sérios de saúde como o mal de alzheimer.

Tendo em vista esta realidade, diversos trabalhos são desenvolvidos com o intuito de buscar atividades como formas de intervenção para o cotidiano dos idosos e para que familiares passem a participar mais ativamente da vida destes seres especiais que conosco estiveram por tantos anos. Atividades de lazer podem ser iniciadas pelos familiares junto ao idoso como uma atividade prazerosa que proporcione realização pessoal e a possibilidade de manter contatos interpessoais.

Algumas atividades acabam gerando um espaço para o idoso se reinventar, pois independente da idade que se tem é necessário criar ações para mantê-los ativos socialmente, de proporcioná-los a sensação de serem úteis ou a vida perde a graça. A relação junto a familiares também significa maior longevidade, pois nossas relações são pautadas em amor, troca emocional e paciência, características fortes notadas em idosos saudáveis.

 

Dicas importantes para manter seu idoso mais feliz

- Incentive a ingestão de 6 a 8 copos de líquido diariamente, de preferência água ou sucos de frutas naturais coados.

- Incentive brincadeiras ou jogos de cartas como palavras cruzadas e sodoku, pois são formas de mantém o cérebro ativo.

- Incentive a alimentação com frutas e vegetais, os quais auxiliam em um organismo mais fortalecido, com maior vitalidade.

- Incentive ao idoso que permaneça ao ar livre o máximo de tempo possível, pois as vitaminas A e D são essenciais para os ossos e dentes e são proporcionadas pelo sol, nunca se esquecendo do uso do protetor solar.

- Vistorie a residência de seu idoso, verifique se esta possui segurança e minimização de riscos como degraus, objetos soltos, apoios para andar como corrimões, etc.

- Busque inserir música na vida de seu idoso, pois o “cantar” é um exercício agradável que auxilia no aparelho respiratório e combate o estresse.

- Tente caminhar com seu idoso, pois manter-se fisicamente ativo é bom para o coração e para o fortalecimento das pernas.

A psicologia auxilia o idoso na melhor compreensão de sua condição de saúde, assim como sobre uso de medicamentos e maior aceitação de tratamentos médicos. A psicoterapia/análise é a melhor forma de ajudá-lo a entrar em contato com questões emocionais e psíquicas que muitas vezes podem estar influenciando em conflitos e processos de doenças.

Caso ainda sinta dificuldades, busque auxílio profissional de psicólogos, atualmente temos muitas facilidades e acessos a estes profissionais através de diversos meios, não permita que a dor psíquica prejudique aquele que ama.

Estela Cristina Parra
Psicóloga Clínica e Organizacional
CRP: 06/119083

Foto

Estela Cristina Parra

ver mais

mais de Estela Cristina Parra

Comentários:

1