“A CAMPEÃ DAS CAMPEÃS”

“A CAMPEÃ DAS CAMPEÃS”

Com o passar do tempo nossa alma vai ficando mais branda, né? Quem diria que eu estaria escrevendo a história da minha arquirrival inimiga dos anos 90 a famigerada Fanfarra SESI 400. Inimiga porque eu fazia parte da fanfarra Horácio Manley Lane onde nossa grande alegria era ficar meio ponto atrás do SESI nos concursos de bandas e fanfarras. Claro que tudo é brincadeira e ficou para o calor da juventude. Desde sempre a fanfarra do SESI foi um marco na história musical de São Roque. A corporação Fanfarra do Sesi 400, fundada no ano de 1979, pela então Diretora Dona Lourdes Filoso (quanta saudades Dona Lurdes...) e pelo Instrutor Ceoloni. Foram inúmeros campeonatos onde a fanfarra consagrou-se campeã absoluta na sua categoria. Passando pela comissão de frente, balizas e chegando até os músicos as apresentações eram irretocáveis. A frente da fanfarra por muitos anos esteve como regente Rogerio Ceoloni que revezava a liderança musical com seus irmãos e amigos. No começo dos anos 90 a fanfarra sofreu um dos seus piores momentos. Enquanto voltava de uma apresentação, o ônibus que transportava os integrantes pegou fogo queimando grande parte dos instrumentos e uniformes. Apesar deste grande golpe, em poucos dias  a fanfarra estava na Av. São João em São Paulo onde defendia o Título de Campeã Nacional. Lembro-me da emoção de todos e pela garra da garotada da época em erguer a cabeça e mais uma vez ir cumprir seu papel. Não sou saudosista e sei que muitos músicos foram influenciados por essa iniciativa. Fico feliz por que uma grande safra de profissionais saiu das entranhas desta fanfarra. Torço para ver novamente fanfarras desfilando nas ruas de nossa cidade tornando mais alegres e coloridos esses dias que por hora parecem ser tão sombrios.

Foto

Rogério Alves

Rogério Alves estudou regência na ULM (Universidade Livre de Música), é formado em prática de regência pelo Conservatório J. S. Bach e Gestão Pública pela UNIP. Atua na área da cultura, educação e da assistência social há mais de 20 anos. Foi criador de projetos como o Auto de Páscoa, Núcleo de Artes do CEC Brasital. Foi premiado pela criação do Programa de Boca Aberta - Musicalização Estudantil - escolhido para...

ver mais
Publicidade:

mais de Rogério Alves

Comentários:

1