Confira a nova edição da coluna Olhar Econômico

Confira a nova edição da coluna Olhar Econômico

Olá, Investidores.

Nesta semana voltamos com a coluna Olhar Econômico.

Na última coluna falamos bastante sobre inflação, tema que muitas vezes é visto como um bicho-papão pelo brasileiro.

Mas o que muita gente não sabe é que a inflação pode ser boa para os seus investimentos, e hoje vamos explicar o motivo.

Em títulos de renda fixa existem, basicamente, três tipos de rentabilidade. São eles:

- Títulos pré-fixados: Nessa classe, já sabemos a rentabilidade no momento da compra do título. Por exemplo 12% ao ano. Independente do que aconteça, o investidor receberá 12% de rendimento ao ano.

- Títulos pós-fixados: Esses títulos tem a rentabilidade atrelada a algum indexador, geralmente a Selic. Por exemplo 110% da Selic. Com a taxa Selic hoje em 7,75%, o título renderia 8,5% ao ano. Mas como a perspectiva é de aumento da Selic, podendo chegar a 11% no ano que vem, este título pode render 12,1% ao ano.

Investimentos em títulos pós-fixados estão interessante pelo momento atual da nossa economia.

- Títulos de Inflação: Essa é a classe de ativos de renda fixa sobre a qual mais vamos falar hoje. Justamente porque sua rentabilidade é atrelada ao IPCA, que é o indexador que mede a inflação em nosso país. Um exemplo é um título pagando IPCA + 4,00% ao ano. Isso significa que, independente da inflação, você sempre terá um ganho real nos seus investimentos. Considerando a inflação dos últimos 12 meses, de 10,67%, esse título renderia 14,67% ao ano.

“Ah, mas e se a inflação for de 80%?”

Se a inflação for de 80%, o título renderia 84%.

Viu só como a inflação nem sempre é algo negativo e pode ser sua aliada nos investimentos?

Você só precisa ter um profissional do mercado financeiro ao seu lado para te auxiliar na tomada de decisão.

Conte comigo para fazermos o seu dinheiro trabalhar por você, com investimentos de baixo risco e que vão te ajudar a conquistar sua independência financeira.

Foto

Jonas de Oliveira Costa Junior

Natural de São Roque (SP), Jonas de Oliveira é formado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e atua como assessor de investimentos da EWZ CAPITAL / Banco BTG Pactual.

ver mais
Publicidade:

mais de Jonas de Oliveira Costa Junior

Comentários:

1