Diego Armando Maradona: o legado permanece

A morte de um dos maiores de todos os tempos

Diego Armando Maradona: o legado permanece

Durante muitos anos houve uma discussão intensa entre qual foi o maior jogador de todos os tempos: Pelé ou Maradona. Ao meu ver, uma discussão equivocada. Maradona foi muito mais que um jogador de futebol.

El Pibe, como era conhecido, entra naquele hall de jogadores que superam o que foram dentro de campo, atuando fora dele. Apesar disso, dentro de campo, Maradona foi um dos melhores. Dono de uma velocidade impressionante e habilidade fora do normal, Diego assombrou o mundo com jogadas geniais e gols maravilhosos. Em seu auge, em 1986, venceu uma Copa do Mundo praticamente sozinho, tendo o jogo contra a Inglaterra, nas Quartas de Final, como o mais emblemático. Nessa partida, Maradona faz um primeiro gol em que sobe junto com o goleiro e toca com a mão para o fundo do gol, gol esse que ficou conhecido como “La Mano de Dios”, não satisfeito, minutos depois ele arranca do meio campo e dribla quase todo o time da Inglaterra para fazer o gol mais bonito da história das copas. Nesse dia, o homem, que já era lenda, virou deus. Além de ter feito história com a Argentina, Maradona praticamente fundou o Napoli a nível mundial. Fez, ao lado de Careca, uma das maiores duplas de todos os tempos no futebol e colocou o time de Napolés na história do futebol italiano.

Os gols históricos contra a Inglaterra foram muito mais do que simples gols. Em 1982, ocorreu a Guerra das Malvinas entre a Argentina e a Inglaterra. Nessa guerra, devido à diferença abissal entre o poder bélico dos dois países ocorreu quase que um extermínio de argentinos, criando um clima de revanchismo gigante entre os países. Os gols de Maradona foram um alento para o povo argentino que via El Pibe sozinho derrotar aquela Inglaterra que os fez sofrer tanto. Quando Maradona subiu para fazer o primeiro gol, não foi apenas ele que colocou a mão naquela bola mas todo o povo argentino, que finalmente derrotou os ingleses. Diego sempre lutou pela justiça social e pela liberdade não só na Argentina mas em toda América Latina. As diversas polêmicas em que se envolveu durante toda a carreira não chegaram perto de ofuscar a pessoa Diego Armando Maradona e tudo que ele representa à Argentina e ao mundo. Diego sai agora da vida para entrar para a história. As pessoas vão, mas o legado permanece.   

Foto

Léo Faria

Leonardo é formado em Gestão pública pela Uninove e atualmente cursa Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Sigam-me no instagram: @leofaria12

ver mais

mais de Léo Faria

Comentários:

1