Criadora versus Criatura

Será que a raça humana não é uma praga para o planeta Terra? 

Criadora versus Criatura

Nós humanos chamamos tudo que nos desagrada de “praga”. Textos religiosos mencionam pragas de gafanhotos e outras criaturas; mas será que a raça humana não é uma praga para o planeta Terra? 

O pensador Gê Vorib, do Rio de Janeiro, fala a respeito disso em seu texto Criadora vs Criatura, que gentilmente me autorizou a compartilhar com vocês. Segue abaixo:

Criadora vs Criatura

A espécie humana é mutante e adaptável, e a cada geração se fortalece mais, e tem vida mais longa.

Somos uma das poucas espécies, talvez a única, que não respeita período procriativo e termina por procriar constantemente, até a chegada do climatério.

Há pouco mais de 100 anos, o ser humano vivia no máximo até 60 anos de idade, e muitos nem chegavam nessa idade. Hoje conseguimos ver inúmeras pessoas na faixa dos 80 anos, e algumas com mais de 100 anos. 

Chegamos aos 8 bilhões de humanos, e não vai demorar para alcançarmos os 10 bilhões, embora a natureza sempre procure meios para retardar essa marca. 

De tempos em tempos nasce entre nós algum arauto, regularmente por nós considerados criminosos, que vem com a missão de fazer estancar o crescimento populacional. 

Entre eles, destacam-se:

Adolf Hitler (1889-1945)

Saddam Hussein (1937-2006)

Joseph Stalin (1878-1953)

Benito Mussolini (1883-1945)

Augusto Pinochet (1915-2006)

E mesmo com todos esses exterminadores, a população humana não parou de crescer, pelo contrário, aumentou consideravelmente. 

Mas a natureza é incansável, e constantemente dá sinais de que não somos tão bem-vindos quanto acreditamos ser, e assim, diante da sua engenhosidade, termina por criar rotas alternativas através de doenças que subitamente aparecem.

Bactérias, vírus e outros microorganismos:

Tuberculose (1850-1950)

Gripe Espanhola (1918-1919) Gripe Aviária (em andamento)

Malária (desde 1980)

AIDS (desde 1981)

Todas as situações acima, sejam as apontadas por líderes insanos, ou por bactérias e vírus inimigos, o objetivo foi somente um: Conter o crescimento populacional humano. 

Outras causas existem, mas com menor efeito ou gravidade. Pequeninos insetos que, como soldados, servem como vetores ao que entendemos como mal, mas que possivelmente seja apenas um meio de defesa da natureza que nos julga pragas. 

Hoje temos o Coronavírus, e observe que seu principal objetivo é a eliminação, sobretudo, dos enfermos com baixa imunidade, e dos anciãos. Raramente esse vírus fataliza impúberes ou jovens sadios. 

A natureza nos criou, e procura de todas as formas controlar a nossa existência, mas parece que a criatura tem conseguido sobrepujar a criadora!

Por: Gê Vorib 

Foto

Sandra Maria Duarte

Sandra Maria Duarte é Professora, geógrafa e psicanalista e vive na Índia O Melhor Blog sobre a Índia é Sucesso entre Jornalistas e Professores. Tema de tese de Doutorado, Mestrado e diversos TGs. Fonte da novela Caminho das Índias. https://indiagestao.blogspot.com

ver mais

mais de Sandra Maria Duarte

Comentários:

1