Se vai dirigir não beba

Aqui em nossa região constantemente relatamos casos de acidentes, em grande parte por abuso ao volante

Se vai dirigir não beba

Segundo o Conselho Federal de Medicina, a cada 1  hora, 5 pessoas morrem em acidentes de trânsito no Brasil.

Em maio de 2019 os dados apontavam que mais de 1,6 milhão de pessoas ficaram feridas nos últimos 10 anos, ao custo de quase R$ 2 bilhões ao Sistema Único de Saúde.

Os números são assustadores, mas infelizmente a imprudência dos condutores, como ultrapassagens perigosas, conversões proibidas, velocidade, uso de celular e bebida alcoólica transformam os veículos em armas mortais.

Aqui em nossa região constantemente relatamos casos de acidentes nas rodovias, estradas, vias centrais e bairros, em grande parte por abuso ao volante.
O Jornal da Economia entende que a Educação no Trânsito é fundamental e ao receber o convite para apoiar a Campanha organizada pelo Gabata (Comunidade Terapêutica que trata dependentes químicos) em parceria com a Prefeitura Municipal de São Roque, aceitamos o convite para auxiliar na divulgação neste período que antecede o carnaval.

Carnaval é alegria, diversão, mas bebida e trânsito não combinam, é preciso ter a consciência de que poderemos curtir e aproveitar cada momento, mas com a cabeça tranquila, serena,  sem morrer ou matar alguém.
Se você vai em alguma festa e sabe que vai consumir bebida alcoólica, deixe o carro em casa e volte de taxi, aplicativo ou de carona com alguém que não consumiu nenhuma bebida.

Qualquer quantidade de álcool ingerida, por mínima que seja, diminui os reflexos, fazendo com que a pessoa perca as condições para dirigir. Quem dirige após ingerir bebida alcoólica coloca em risco a vida não apenas do motorista, mas dos passageiros no veículo e das pessoas à sua volta.

Cabe lembrar que, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro - CTB, dirigir sob a influência de álcool, independente da concentração, ou recusar-se a fazer o teste do bafômetro, é uma infração gravíssima, com pena de multa de R$2.934,70, suspensão do direito de dirigir por um ano, recolhimento da CNH e retenção do veículo.

Além de infração de trânsito, dirigir sob a influência de álcool é crime, sujeito a pena de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter CNH.

Por isso meu amigo, se você vai dirigir não beba. Não só no período do carnaval onde divulgamos esta importante campanha, mas toda vez que estiver ao volante.

Viva a vida, curta a família, aproveite cada momento de forma sóbria e saudável.

 

 

Foto

Carlos Mello

Carlos Mello é Jornalista formado pelas Faculdades Integradas Alcântara Machado – FMU - FIAM, Radialista e Mestre de Cerimônias em eventos. Também é fundador do Jornal da Economia, veículo que há 29 anos atua em São Roque e região através do seu jornal impresso, portal on-line e mídias sociais.

ver mais

mais de Carlos Mello

Comentários:

1