Qual o futuro de Neymar?

Com sua permanência no PSG confirmada, o que esperar do craque brasileiro na temporada 19/20?

Qual o futuro de Neymar?

Neymar, além de ser o maior jogador brasileiro da sua geração, é, sem dúvidas, uma das figuras mais controversas do futebol mundial e não abre muito espaço para o meio termo: ou ele é amado ou odiado. Nessa última janela de transferências, o brasileiro foi protagonista da maior novela do mundo da bola: sua possível saída do PSG. O jogador brasileiro claramente forçou sua saída do clube francês mas não obteve sucesso. Sacramentada a permanência, surge a pergunta: Qual o futuro de Neymar?

Desde quando se transferiu do Barcelona rumo à França, Neymar foi notícia mais por assuntos fora de campo do que dentro. Apesar de bons números, casos como a briga com Cavani e a agressão à um torcedor acabaram ofuscando o futebol do maior jogador brasileiro em atividade. Essas polêmicas suscitaram o ódio nos torcedores, principalmente nos brasileiros, e esses acabam esquecendo do real potencial de Neymar. Ele é sem dúvidas o melhor jogador brasileiro da sua geração e um dos melhores da história do país. É o jogador brasileiro com mais gols em Champions League e o terceiro maior artilheiro da história da Seleção Brasileira, atrás apenas de Pelé e Ronaldo. Tecnicamente, é, com sobras o terceiro melhor jogador do mundo, mas sem dúvidas, devido às suas atitudes fora de campo, é totalmente compreensível que ele vire alvo dos torcedores brasileiros e franceses.

Foi claro o desejo de Neymar voltar para o Barcelona. Lá viveu a melhor fase de sua carreira: foi campeão e artilheiro da Champions League, eleito terceiro melhor jogador do mundo e junto com Messi e Suárez fez parte de um dos melhores ataques da história do futebol. Entretanto, o PSG não facilitou em nada sua saída e o Barcelona, que já tinha feito um grande esforço para contratar o francês Griezmann, não teve poderio financeiro para trazer de volta o brasileiro. Também foi especulado no Real Madrid e na Juventus mas as negociações não evoluiram. Neymar terá que ficar, contra a sua vontade, pelo menos até janeiro no Paris Saint Germain.

O PSG, desde que foi comprado por Nasser Al-Khelaifi, em 2011, e começou a investir pesado no futebol, fez contratações de muito peso como Ibrahimovi?, Thiago Silva, Cavani, Daniel Alves, Mbappé e o próprio Neymar, que, por 222 milhões de euros, foi a contratação mais cara da história do futebol. Apesar desse investimento pesado, o PSG não chegou sequer numa semifinal de Champions League, nesse período de investimento, devido ao grande desiquilíbrio de seus plantéis. Sempre com um ataque fulminante mas com meios de campos e defesas fracos, o PSG sempre acabava sendo uma equipe frágil e conseguia sofrer derrotas impressionantes como o 6 a 1 para o Barcelona na temporada 2016/17. Entretanto, nessa janela a equipe francesa fez boas contratações que prometem equilibrar a equipe, como o meia Pablo Sarabia, que fez um ótima temporada com o Sevilla, além dos bons volantes Ander Herrera e Gueye, o goleiro tricampeão de Champions League Keylor Navas e o polêmico Mauro Icardi, que apesar de ser um problema fora de campo, dentro dele é um excepcional jogador.

Apesar do clima ruim com a diretoria e com a torcida do PSG, Neymar tem tudo para fazer uma grande temporada, só depende dele. O brasileiro está com 27 anos, o auge do jogador profissional, e talvez esse não que ele recebeu do dono do PSG, negando sua volta ao Barcelona, o ensine muito. Muitas pessoas aprendem muito mais com as derrotas do que com as vitórias e o clima ruim com a diretoria e a torcida pode ser facilmente resolvido com um hat-trick em um jogo importante, algo que Neymar tem total capacidade de fazer. Com um elenco equilibrado, um treinador competente como é Thomas Tuchel e um Neymar focado, o PSG pode finalmente chegar ao menos à uma final de Champions, algo inédito para o clube francês.

Esse talvez seja o momento mais importante da carreira de Neymar. Ele tem de decidir se quer ser mais um craque do futebol brasileiro ou “O craque”, ainda mais com a Copa de 2022 está cada vez mais perto. Só depende dele.

Leonardo Casemiro de Oliveira Faria é formado em Gestão pública pela Uninove e atualmente cursa Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Foto

Leonardo Casemiro de Oliveira Faria

Leonardo é formado em Gestão pública pela Uninove e atualmente cursa Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Sigam-me no instagram: @leofaria12

ver mais

mais de Leonardo Casemiro de Oliveira Faria

Comentários:

1