Dicas para recolocação ou migração no mercado de trabalho com sucesso! (Parte 3)

Dicas para recolocação ou migração no mercado de trabalho com sucesso! (Parte 3)

Fui chamado para a primeira entrevista, e agora RH?

Durante a entrevista, o elemento chave é a calma, eu sei, o corpo treme, as mãos suam, mas mantenha a calma! Nesse momento o RH já avaliou o seu currículo, e vai chegar com uma lista de perguntas preparadas para fazer.

Apesar de algumas perguntas parecerem sem sentido, é a partir delas que o avaliador entende sua postura corporal, emocional e como você reage a determinadas situações, sua forma de pensar, se você está propenso a mentir ou se não foi honesto em alguma qualificação colocada no currículo, sempre digo: - Seja honesto e entenda seu currículo. Por mais que alguém de uma lan house o tenha feito, entenda o cronograma do seu CV e seja franco! Portanto, repito, seja sempre verdadeiro e chegue preparado.

PUBLICIDADEJORNAL DA ECONOMIA JE

Não há receitas no Google e em lugar nenhum que te fará ser “o escolhido”. Certamente você passará por diversas etapas de entrevistas conforme a vaga anunciada, e se realmente tiver o conhecimento que a corporação necessita, será você o eleito e enfim terá seu lugar ao sol, porém, entenda, que por mais que se ache melhor e mais preparado que os outros candidatos, e as vezes realmente seja, muitas das vezes, não será o perfil procurado pelo empregador, devendo ter em mente que não é porque foi mal, mas sim porque não tem o perfil, portanto, cabeça erguida e parte para próxima!

Importante também que esteja sempre com os seus documentos em ordem. Desde carteira de vacinação dos filhos ao RG atualizado.

Não serão poucos os lugares pelos quais você irá passar, principalmente porque, eu tenho certeza de que você quer crescer profissionalmente e enfrentar novos desafios. Então mantenha o pensamento positivo e continue correndo atrás dos seus objetivos, eles é que darão sentido à sua profissão e mostrarão o seu propósito de vida.

Aprendi que o desemprego é dolorido, porém nos traz um autoconhecimento incrível.

Conheci pessoas que fizeram de seu hobby sua profissão. Costumo dizer que a reforma trabalhista veio para incentivar a criatividade do brasileiro. De repente você pode passar por alguns “nãos” para se descobrir dono do seu próprio negócio.

O importante é não parar no tempo, e nunca desistir! Confie em você, pois é você o protagonista da sua história.

Foto

Silvana Borba

Profissional atuante há 11 anos em Gestão de Pessoas e administrativa.

ver mais

mais de Silvana Borba

Comentários: