Escolhas da vida moderna

Estar diante de muitas opções requer uma maturidade

Escolhas da vida moderna

Descrição

Viver bem neste mundo cada vez mais complexo não acontece espontaneamente. Se você já foi contaminado pelas síndromes da vida moderna, deve se sentir culpado por não ler toda a informação disponível, não dar a sua família o tempo e conforto que ela merece, não ter o sucesso profissional ou um currículo invejável, não ajudar a todos os que precisam de você e contribuir para salvar o meio-ambiente, não participar de tudo o que está na moda, como bares, viagens e, claro, o seu visual.

Estar diante de muitas opções requer uma maturidade, ou então você se sentirá eternamente frustrado por não dar conta de tudo. Ainda não conheci uma pessoa sempre admirável e que tenha sucesso em todos os aspectos da vida. Atenção amantes da liberdade, estas mudanças proporcionam uma oportunidade única de exercer o poder de escolha, de desenvolver um estilo de vida próprio, baseado em seus valores e sua personalidade. Que maravilha ter acesso a tanta informação, tecnologia e conforto.

As gerações anteriores precisavam viver de uma determinada forma por não terem escolha, os pais ou outras autoridades tomavam as decisões por eles, de carreira a casamento. Não tinham um leque tão grande de opções nem tantos obstáculos a enfrentar e, quando erravam, não eram tão cobrados por isto. É verdade que a limitação não é uma maravilha, mas o excesso é exaustivo.

PUBLICIDADEJORNAL DA ECONOMIA JE

O que nos aprisiona hoje? Continuamos deixando que outras pessoas façam as escolhas por nós, muitas vezes de maneira sutil. Quantas coisas fazemos sem saber o motivo, porque todos fazem, para agradar ou impressionar? Quantas pessoas comuns seguimos, esquecendo que elas não são exemplo em tudo (as vezes só tem uma boa comunicação)? Quantas loucuras financeiras fazemos gerando problemas para o nosso futuro e de nossa família? Nunca houve tantos vícios e eles também nos escravizam.

Cada decisão gera dúvidas, responsabilidades, consequências, possíveis arrependimentos, frustração por dizer não às outras opções, novas mini-escolhas associadas. E isso impacta diretamente na nossa felicidade e produtividade. O mais importante é ser realista e humilde para reconhecer que não precisamos e não podemos tudo – não temos tempo, dinheiro e energia disponíveis para ficar com todas as opções. Melhor escolher bem só o que é realmente importante como moradia, companhias, carreira, viagens, tipo de alimentação e exercício. As micro decisões podemos reduzir, simplificar e automatizar. Este é o meu segredo, e o seu?

Foto

Andréa Voûte

Desde 2002 Andréa Voûte ajuda pessoas a lidarem melhor com o seu dinheiro individualmente, em família ou nas micro e pequenas empresas. Foi bancária e hoje é Consultora financeira e palestrante na Voute Contar. Autora do livro Finanças pessoais uma gestão eficaz, criou vários cursos, controles e métodos de consultoria e planejamento. contato@voutecontar.net.br

ver mais

mais de Andréa Voûte

Comentários: