Minha dieta foi embora com o Papai Noel?

Dr. Mauricio Egydio fala sobre os avanços obtidos nos estudos sobre a alimentação saudável

Minha dieta foi embora com o Papai Noel?

Descrição

Tenho falado repetidas vezes que você terá mais saúde quando “inverter” a Pirâmide Alimentar oficial, ou seja, quando você passar a comer menos carboidratos e comer mais gorduras saudáveis.

Este ano de 2017 foi muito rico em termos de ciência alimentar, pois 2 eventos  foram trazidos a público atestando, reafirmando e consolidando aquilo que tenho dito há muito tempo.

PUBLICIDADEteste

O primeiro deles foi o Estudo Pure[1]. O artigo foi publicado na revista TheLancet, uma das mais antigas, respeitadas e reconhecidas revistas do meio científico e que é publicada no Reino Unido desde 1823.

Trata-se de um gigantesco estudo Prospectivo e Multicêntrico, que acompanhou mais de 130.000 pessoas durante 10 anos (de 2003 a 2013) e envolveu 18 países e 5 continentes.

Os resultados foram excepcionais para quebrar os paradigmas alimentares da atualidade. O trabalho concluiu que a ingestão de carboidratos dentro do recomendado pela Pirâmide Alimentar está associado a maior risco de morte em geral. E quanto mais carboidrato, maior é o risco de morte. Além disso, o consumo de carboidratos também está associado a um maior risco de morte por doença do coração.

Em comparação, o consumo de gorduras totais, assim como as gorduras nas suas versões saturada, monoinsaturada e poli-insaturada, reduziram o risco de morte em geral e em doenças cardíacas. Ou seja, quem come mais gordura e menos carboidrato, vive mais! Simples assim.

Ainda mais, as gorduras foram associadas a um efeito protetor para o sistema cardiovascular. Portanto, não basta diminuir o consumo de carboidratos, mas é necessário aumentar o consumo de gorduras para se obter este “efeito protetor”.

O segundo evento bombástico ocorreu 2 meses depois.  O Colesterol foi oficialmente removido da lista negra dos alimentos proibidos que promovem doença.

O governo dos EUA declarou que o Colesterol não é mais um nutriente preocupante.  Como referi em artigos anteriores, o Departamento de Agricultura dos EUA, que é responsável pela atualização das diretrizes alimentares a cada cinco anos, declarou em suas conclusões o que segue:

"Anteriormente, as Diretrizes Alimentares para os americanos recomendavam que a ingestão de colesterol fosse limitada a não mais de 300 mg/dia”.

"A DGAC de 2017 não apresentará esta recomendação porque as evidências disponíveis não mostram uma relação apreciável entre o consumo de colesterol dietético e o colesterol sérico (no sangue), de acordo com a American Heart Association e o American College of Cardiology”.

O Comitê Consultivo das Diretrizes Dietéticas, em resposta, não mais advertirá as pessoas contra o consumo de alimentos ricos em Colesterol e, em vez disso, se concentrará "no açúcar e nos carboidratos refinados" como a principal substância preocupante na dieta.

O cardiologista norte-americano Dr. Steven Nissen afirmou numa declaração fantástica: "É a decisão certa. Temos as orientações dietéticas erradas. Eles estão errados há décadas".

Dr. George V. Mann M.D. diretor associado do Estudo de Framingham para a incidência e prevalência de doenças cardiovasculares (CVD) e seus fatores de risco afirma: “gorduras saturadas e colesterol na dieta não são a causa da doença cardíaca coronariana. Esse mito é o maior engano do século". E ainda: “O colesterol é o maior golpe médico de todos os tempos”.

Dessa forma, temos razões suficientes para perder o medo das gorduras e do colesterol e adotar novos hábitos alimentares que promovam saúde de verdade.

A “dieta” à base de gordura não engorda, não apresenta risco de doenças do coração, previne doenças metabólicas como diabetes, deixa você mais energizado, mais concentrado e focado nas suas tarefas e objetivos.

Consumir gorduras permite você se livrar dos carboidratos, principalmente os refinados, que são os verdadeiros vilões. Isso ocorre porque as gorduras funcionam como fonte de energia sustentável para o seu corpo, como se fosse uma tora de eucalipto colocada em uma fogueira, isto é, ela irá queimar de forma lenta, forte e duradoura. Enquanto que o carboidrato funciona como graveto seco numa fogueira, queima abruptamente fazendo um grande clarão para se apagar em seguida.

Quando você come carboidrato, sente uma grande euforia imediata, mas no momento seguinte virá aquela sonolência, aquele embotamento da consciência e aquela preguiça, secundárias à hipoglicemia de rebote.

Por outro lado, quando sua dieta é à base de gordura, a energia corporal e mental ficam sustentadas por longos períodos do dia, sempre ativo, sem sonolência e sem preguiça. Além disso, a ciência comprova que você estará amentando sua saúde e longevidade. Experimente!

O Papai Noel deve levar embora os carboidratos da Ceia de Natal e deixar somente as Gorduras Saudáveis.

Minha lista preferida de gorduras saudáveis para  Natal inclui:

1) Óleo de Coco - consumir doses de 20 a 40mg ao dia, como suplemento alimentar,  ou utilizar para cozimentos diversos. É ótimo para grelhar carnes e fazer ovos;

2) TCM ou Triglicérides de Cadeia Média – suplemento encontrado em lojas do ramo. É extraído do óleo de coco, sem cheiro, odor ou sabor. Utilizado por aqueles que não toleram o cheiro ou sabor do coco. Pode ser usado como suplemento, ou adicionado a bebidas e alimentos diversos;

3) Manteiga ou Manteiga Clarificada (Ghee) – consumir adicionada a café, chás e bebidas quentes ou utilizar para cozimentos diversos, como para fazer legumes na manteiga;

4) Azeite Extra Virgem – consumir diariamente de forma abundante em saladas e temperos. Pode sofrer cozimento moderado.  Cuidado com as falsificações.

5) Abacate e Coco – excepcional opção de gorduras naturais, para ser consumido in natura ou não, adicionando-se temperos diversos. Recomendo consumir diariamente;

6) Oleaginosas ou castanhas diversas – devem ser consumidas diariamente, pois são ótimas fontes de gordura saudável. Os alérgicos devem ter cuidado com o amendoim;

7)  Sementes de Chia e Linhaça – devem ser consumidas diariamente, preferencialmente in natura, adicionadas a sucos e alimentos diversos. São ótimas fontes de ômega 3;

8) Ovos Caipiras ou Orgânicos – consumir de 2 a 4 ovos inteiros diariamente. Além da gordura, são excepcionais fontes de proteína;

9) Aves e Frangos Caipiras – quando você estiver certo de suas origem caipira, poderá consumi-lo por inteiro, a pele inclusive;

10) Carnes de Pasto – mais uma vez o que importa é a origem. Você pode consumir qualquer carne de sua preferência, certo de sua origem criado livre em pasto;

11) Peixes e frutos do mar – originários de rio ou do mar, não criados em cativeiro fechado e com uso de ração à base de milho;

12) Queijos curados por mais de 6 meses – diferenciar os queijos processados e artificiais.

Muitos alimentos não listados aqui são fontes de gordura saudável e também devem ser consumidos diariamente. Deixo para você pesquisar estes alimentos. Também deixo para sua criatividade a confecção de receitas com gordura saudável.

Sugestões para a Ceia de Natal:

1) Chester com legumes e vegetais refogados em óleo de coco;

2) Peru com bacon, manteiga, limão, alho, cebola e azeite.

 

 

 

Dr. Mauricio Egydio é médico fisiologista e atua nas áreas de saúde, bem-estar e longevidade.

Contato: [email protected] / Consultório: 11 4719-1476

 

[1] Associations of fats and carbohydrate intake with cardiovascular disease and mortality in 18 countries from five continentes (PURE): a prospective cohort study. The Lancet, August, 29, 2017.

Foto

Dr Mauricio Egydio

ver mais

mais de Dr Mauricio Egydio

Comentários: