Vitamina D

- Foto: reprodução / internet

A vitamina D é tão importante e tem tanta coisa pra falar dela que eu resolvi resumir tudo o que você realmente precisa saber num único artigo, para entender a necessidade de suplementar vitamina D diariamente e sem medo.

1) A vitamina D é um hormônoesteróide, produzida a partir do colesterol.

2) Temos receptores de vitamina D em todas as células do nosso corpo, então essa substância deve ser muito importante.

3) Evidências científicas demonstram, até o momento, que a vitamina D regula diretamente a expressão de mais de 229 genese interfere em mais de 2500 genes, o que quer dizer que sem a vitamina D processos excenciais como transcrição gênica e a produção de proteínas não ocorrem adequadamente.

4) As fontes naturais de vitamina D fornecem quantidades diárias irrisórias, mesmo se você comesse de forma muito balanceada e diversificada, o que sabemos que não ocorre com a maioria das pessoas.

5) Além do consumo alimentar ser pobre, essa vitamina vem na forma inativadae necessita da ação do fígado para ser transformada e dos raios UV para ser ativada, aquela história de que tenho que tomar sol para ativar a vitamina D.

6) Sabemos que por questões ambientais, sócio-culturais e comportamentais, que não temos exposição suficiente ao sol para ativar a pouca vitamina D adquirida através da alimentação, além de que, o sol que ativa o máximo de vitamina D é o mesmo sol contraindicado por dermatologistas devido ao risco de câncer de pele.

7) Resumindo, consumimos pouco na alimentação e não ativamos a vitamina D no sol, portanto, temos uma situação de deficiência populacional de vitamina D. Uma verdadeira epidemia.

8)As recomendações diárias de consumo de vitamina D (as rdas), (entre 200-400 ui/dia) são ridículas, pois são baseadas em consensos da década de 1960, onde nada se conhecia sobre vitamina D e o único objetivo era erradiar o raquirismo nas crianças.

9) O mais importante é sustentar níveis adequados de vitamina D na corrente sanguínea para que ela esteja sempre disponível para realizar suas diversas funções.

10) A SOBRAF(Sociedade Brasileira de Fisiologia Humana) recomenda que seus níveis séricos estejam sempre acima de 50 ng/mle para isso acontecer, precisamos iniciar uma suplementação entre 10.000 e 20.000 uiao dia, bem distante dos 200 ou 400 ui recomendados, até atingirmos os níveis sanguíneos adequados e, depois, descobrirmos a dose de suplementação que irá sustentar estes níveis sanguíneos de forma adequada.

11)Evidências científicas demonstram os múltiplos benefícios da vitamina d, veja a seguir:

Coração e artérias– reduz ateroesclerose, aumenta a elasticidade das paredes arteriais, melhora a perfusão sanguínea, reduz a formação de trombos, reduz a pressão arterial;

Imunidade – fortalece o sistema imunológico a ponto de ser um potente anti-inflamatório, antibiótico, anti-alérgico, regulando sua resposta imune a diversas doenças infecto-contagosas e alérgicas;

Ossos e músculos– regula a taxa de crescimento e síntese proteica, favorecendo o fortalecimento osteo-articular e muscular;

Neurológico – com sua potente ação anti-oxidante, como potente estabilizador de membranas neuronais, como regulador de expressão gênica, a vitamina D promove a saúde dos neurônios e o equilíbrio dos neurotransmissores, regulando  e estabilizando doenças como depressão e Alzheimer;

Não é por acaso que diversas doenças neuro-degenerativa como E.L.A (Esclerose Lateral Amiotrófica) são estabilizadas e retaradadas com o uso de doses cavalares de vitamina D;

Câncer – por fortalecer o sistema imune e por regular a expressão gênica, a vitamina D exerce forte controle sobre o aparecimento de células potencialmente geradoras de diversos cânceres.

Portanto, a vitamina D pode e deve ser suplementada em doses a partir de 10.000 ui ao dia, com toda a segurança, sem efeitos colaterais, sem intoxicação, trazendo somente benefícios para a sua saúde.

Dr. Mauricio Egydio é Médico Fisiologista e Ortopedista atuando nas áreas de Saúde, Bem-Estar e Longevidade, além de ser cirurgião ortopédico.

PARA SABER MAIS, FALE CONOSCO: [email protected]

Foto

Dr Mauricio Egydio

ver mais

mais de Dr Mauricio Egydio

Comentários:

1