Com amor

Com amor

- Foto: divulgação

O amor que se manifesta em atos e palavras é toda uma atitude que temos quando decidimos amar. Não estou falando do delicioso sentimento de paixão que nos invade inexplicavelmente, mas sim do amor que cresce e amadurece com o tempo. Enquanto a paixão colore e tempera a nossa vida, o amor dá sentido a ela.

Um profissional que decide amar aos seus clientes receberá amor de muitos deles também. Ele olhará atentamente para cada pessoa e estará empenhado em atender as suas necessidades, agradar e proporcionar-lhes bem-estar. Este profissional terá o cuidado de respeitar o espaço alheio e tolerar as suas limitações. O cliente, satisfeito por ser bem tratado, tende a ser fiel e muitas vezes a surpreender, correspondendo o amor ao enxergar naquele profissional que o atende um ser humano também. Nesta relação cliente-fornecedor, as pessoas continuam sendo imperfeitas, mas existe a decisão de amar que rejeita a exploração, afasta a má vontade, controla a irritação e não dá espaço para a negligência, resultando naturalmente em bons negócios e amizades.

A liderança exercida com amor pensa sempre em ajudar cada indivíduo envolvido no processo, assim como pensa no bem comum. O líder preocupa-se com a evolução do ser humano, mesmo que isso signifique perder o controle sobre ele. Os objetivos estabelecidos deverão sempre beneficiar várias pessoas, de maneiras e intensidades diferentes. Quem está sob liderança justa, costuma responder com um ótimo resultado, amando ao seu líder. Sempre que os dois lados estão dispostos a aprender, tudo fica incrivelmente mais fácil. Ambos saberão que não cabe neste relacionamento a dominação, a humilhação nem a idolatria. Quando todos concordarem, o líder será naturalmente seguido e a equipe ficará verdadeiramente unida. Os conflitos que surgirem terminarão em acordos, negociados com justiça e flexibilidade.

É universal e serve para todas as idades, culturas, raças, credos e sexos, gostar de conviver com alguém assim, que tenha a percepção de que o amor é a única saída e esteja aprendendo a amar desta forma. Até aqueles que estão achando esse papo utópico, desejam ter parentes, amigos, chefes, clientes, namorados(as) / esposos(as) que os amem. Mesmo quem não tem esse romantismo fica feliz quando faz uma diferença na vida de alguém e sente-se realizado por dar amor e carinho.

Foto

Andréa Voûte

Desde 2002 Andréa Voûte ajuda pessoas a lidarem melhor com o seu dinheiro individualmente, em família ou nas micro e pequenas empresas. Foi bancária e hoje é Consultora financeira e palestrante na Voute Contar. Autora do livro Finanças pessoais uma gestão eficaz, criou vários cursos, controles e métodos de consultoria e planejamento. contato@voutecontar.net.br

ver mais

mais de Andréa Voûte

Comentários:

1