Trigo: o vilão da atualidade

E aquela receitinha de Empadão sem glutén !

Trigo: o vilão da atualidade

Da Redação: Rafael Barbosa - Foto: divulgação

Muito se tem falado sobre o “ não consumo” do trigo, mas pouco se sabe do porquê dessa “ moda “ .

Em tempos onde tudo gera um sintoma alérgico , muitos ainda duvidam que algumas pessoas possuam realmente intolerância ao glúten.

Por diversas vezes perguntam-me o porquê dessa intolerância. Recentemente fizeram-me o seguinte questionamento :

“ Por que na época de Cristo ninguém tinha intolerância, e o pão tornou-se um alimento sagrado?”

E o motivo é mais simples simples do que possamos imaginas.

Com o passar do tempo , o pão e os derivados do trigo ganharam cada vez mais popularidade e tornaram-se muito frequentes na mesa das pessoas, principalmente por conta do baixo custo e fácil acesso. Para isso o trigo começou a sofrer transformações pela indústria, afinal o mercado demandava cada vez mais a alta produtividade desse grão.

Isso tornou o trigo de hoje em dia , esse que consumimos, completamente daquele trigo original ( aquele da época de Cristo ).

Ah, então tá bom , é só substituir o meu pão francês pelo pãozinho integral.

Não é tão simples assim, o consumo de pão integral aumenta a taxa de açúcar no sangue, porque a sacarose tem índice glicêmico maior do que o açúcar. Isso sem contar que um pãozinho integral nunca é livre de farinha de trigo. Originalmente ele tem apenas 20% de farinha integral na composição de ingredientes da massa. Ou seja, acabamos acreditando que estamos livres de glutén quando adquirimos na versão de pãozinho francês ou de forma.

Por que vocês acham que uma pessoa portadora de Diabetes fica restrita de consumir açucares, farinha de trigo e carboidrato?

Porque não é so açúcar que causará danos a sua saúde. Esses outros ingredientes são de difícil digestão e transformam-se em açúcar .

Há uma bibliografia que eu superrecomendo , já li, reli e estou lendo de novo que aborda com muita clareza os malefícios do trigo nas nossas vidas,  BARRIGA DE TRIGO , um Best Seller do cardiologista norte-americano , Dr. William Davis.

Entre algumas das vantagens de se livrar completamente do trigo, segundo estudos comprovados do Dr Davis, estão :

  • Perda de 10 a 25 quilos nos primeiros meses;
  • Alívio da síndrome metabólica do diabetes tipo 2;
  • Cura de transtornos intestinais,como colite ulcerativa e doença celíaca;
  • Melhora acentuada nas taxas de colesterol;
  • Recuperação da densidade óssea e reversão da osteopenia;
  • Cessação de transtornos dermatológicos ;
  • Redução de alguns sintomas de artrite reumatoide .

Bom, só por esses fatores acima já dá para pensar na redução do trigo nas nossas vidas não é mesmo ?

Pense nisso, e se possível pesquise bastante sobre o assunto . Vale muito a pena a gente aprender sobre o que comemos sempre !

E para dar uma forcinha na sua dieta trago aqui uma receitinha ótima pra você entender que não é nada difícil diminuir ou excluir totalmente o trigo das nossas vidas .

Falo com propriedade no assunto . Ainda não cheguei no 100% mas consegui melhorar minha qualidade de vida na medida em que o trigo vai ocupando um espaço menos nas minhas refeições .

Antes da tradicional receitinha , trago duas receitas de como fazer uma farinha que substitua a tradicional farinha de trigo . Anotem :

Farinha Preparada 1:

1 kg de farinha de arroz

330 gr de fécula de batata

165 gr de araruta

Misturar bem e guardar em pote bem fechado.

Farinha Preparada 2:

3 xíc de farinha de arroz

1 xíc de fécula de batata

½ xíc de polvilho doce

Misturar bem e guardar em pote bem fechado.

 

EMPADÃO SEM GLUTÉN

Ingredientes

1 un. ovo

1 un. gema

½ colh. café sal

2 ½ xíc. farinhasem glúten

100 g margarina (sem leite)

Instruções de preparação

Misture todos os ingredientes, exceto a gema e vá amassando com os dedos a farofa até obter uma massa lisa e uniforme.

Unte uma assadeira e com aproximadamente 3/4 da massa, forre seu fundo e suas laterais.

Coloque o recheio de sua preferência e feche com o restante da massa aberta no rolo.

Pincele com a gema e leve ao forno pré-aquecido até dourar.

Foto

Fabiana Justo

ver mais

mais de Fabiana Justo

Comentários:

1