César Macedo (Seu Eugênio): um fim injusto para quem tanto fez o Brasil sorrir

César Macedo (Seu Eugênio): um fim injusto para quem tanto fez o Brasil sorrir

- Foto: Reprodução/Internet

No último dia 30 de abril,o ator César Macedo,que com tanto carinho interpretou o personagem Seu Eugênio,na Escolinha do Professor Raimundo(juntamente com um time de primeira,no que se refere ao humor brasileiro),bem diferente do que se tenta fazer hoje em dia,nos deixou aos 82 anos de idade,ou deixou de sofrer,e de ser abandonado por seus filhos,que o jogaram em uma clinica para drogados(isso mesmo),aonde já se viu misturar o bom e doce César Macedo,já debilitado pela catarata e pela frágil saúde a qual estava em seus últimos dias de vida,com ex-viciados sem vergonhas ,que usam droga por que quer,ou bebem porque querem,pois não são nenhuma criança e não me venham com esse papo de coitadinhos,pois na hora de desafiar aos pais e dizer"faço mesmo,uso mesmo e bebo mesmo" ninguém é coitadinho,que aliás,o único que realmente foi coitado nessa castigada e sofrida vida,foi o pobre do Seu Eugênio.

 

Por volta de 2012,César Macedo acidentou-se ao bater o veículo o qual dirigia na Rodovia Raposo Tavares em São Paulo ,acidente este que,ele mal sabia que,perderia sua fiel e companheira esposa de todas as horas,a qual lhe cuidava com todo amor do mundo,e começara á partir daí,um abandono por completo,dos filhos(que só se aproveitaram de sua fama na época dos altos salários) e que agora,já em seus últimos dias de vida,mesmo o apresentador Gugu Liberato ter dado a família uma reforma e ampliação da casa em Mairiporã-SP,onde moram,sequer cortavam a grama ,que era um dos indícios mais prováveis,juntamente com a quantidade de lixo espalhado pela casa e pelas péssimas e tristes condições físicas,psicológic as e de entrega à morte a qual,após a perda da esposa,Seu Eugênio apoiava-se cada vez mais,pois já não havia sentido em viver só e abandonado,como se fora um estorvo para seus semelhantes!

 

César Macedo era tão iluminado,tão talentoso e sempre sorrindo de tudo e superando a todos os obstáculos da vida,que sequer notávamos que a vida com ele,não era" tão na manteiga assim",como dissera em seu famoso bordão,dos tempos da Escolinha do Professor Raimundo e Escolinha do Gugu!

 

A meu ver,embora a TV Record tenha feito na data de ontem(05/05) um especial, homenageando e também apurando as possíveis denúncias de abandono por parte dos filhos de César Macedo( a qual eu mesmo não tenho dúvidas visto tamanha situação de andarilho ou mendigo a qual o brilhante ator se encontrara),exceto por sua irmã,que ficou claro,seu amor e compaixão pelo irmão ,tanto nas horas boas,quanto nas ruins,faltou a TV Record,dar um quadro,o qual Seu Eugênio pudesse ficar contratado da emissora,pois será que não perceberam que o artista vive do palco e do público pois é isto que o move,é isto que o faz querer sentir vontade de viver e fazer as pessoas felizes? Poxa! Colocassem de asistente do Geraldo Luis,do Rodrigo Faro etc.

 

O mesmo vale para o SBT,o qual na mesma reportagem e homenagem à César macedo no Câmera Record,mostrara a triste realidade e dificuldades financeiras de outro brilhante ator da TV brasileira,o famoso personagem Rodela,que interpreta os casais que buscam por exame de DNA no programa do Ratinho,o qual muitos de nós certamente achávamos que,o mesmo era contratado da emissora,mas que,lamentavelmente pudemos ver que é um funcionário free lance.Por que não se aproveitou César macedo na Praça É Nossa? São perguntas que,infelizmente agora,não adianta cada representante dessas emissoras,falar bem da vida de César Macedo e o quanto ele era brilhante enquanto ator e humorista,pois deveriam ter lhe dado oportunidades enquanto podiam,para que quem sabe,sua depress&at ilde;o diminuísse em meio ao retorno aos palcos e a TV e assim,encontrasse novamente,após a dolorosa perda de sua amada esposa,uma razão para continuar a sorrir e a viver

Foto

Alexandre Soares

ver mais
Publicidade:

mais de Alexandre Soares

Comentários:

1