Para os filhos

Para os filhos

- Foto: Reprodução/Internet

Minha mãe é uma flor.

Peço licença aos meus leitores, mas hoje vou homenagear as geradoras de vida. Por quê o título é direcionado aos filhos e não às mães? Porque toda mãe deve ser homenageada e cuidada por seus filhos como uma bela flor.

De todas as plantas existentes em nossa flora, as que têm flor, são as mais delicadas, porém também são as mais belas por nos presentearem de tempos em tempos com o colorido, formas, texturas e perfumes de suas flores. Assim também há diversidade nos tipos de mães, algumas mais sensíveis e delicadas, outras mais intensas, outras ainda mais perfumadas. Umas grandes outras pequenas, se falarmos sobre cores, pensem na diversidade, umas loiras, outras morenas, há ruivas, as de cabelos bem branquinhos, enfim são muitas.

No entanto todas, sem exceção, precisam de cuidados, como as belas flores em um jardim. É necessário que um filho fique atento, pois, aquela que um dia e por muito tempo lhe deu tudo, o seu tudo, seu corpo, seu tempo, sua dedicação, sua atenção, sua energia, seus cuidados, também precisa de cuidados. E como em um belo jardim, algumas plantas exigirão mais ou menos cuidados, mas todas sem exceção precisam.

Então ficam aqui algumas dicas:

 

  • Como um jardim precisa de tempo para ser limpo e podado, gaste tempo com a sua mãe. Aproveite cada minuto precioso ao lado dela. Não sabemos quanto tempo ela durará para estar presente em nossas vidas. Na verdade, não gaste tempo, invista tempo! Tenha certeza de que a sua presença, seu tempo e atenção, são os melhores presentes que ela precisa!
  • Toda planta precisa de rega. De tempos em tempos, não apenas no dia das mães, ou em outras datas comemorativas, mas regue o coração da sua mãe com muito amor! Se possível todos os dias, esse excesso não é prejudicial!
  • Todas as plantas precisam de adubos! Então aqui entra o que chamamos de linguagens do amor. Como os diferentes adubos existentes e como cada planta precisa do seu e em quantidades diferentes muitas vezes, assim também as mães precisam desse adubo diferenciado de acordo com a sua espécie:

São cinco as linguagens do amor mais conhecidas:

  • Dar/receber presentes – acredite, isso não significa que essas mães sejam materialistas, simplesmente elas gostam de ganhar presentes. Muitas vezes não se importam com o valor pago pelo presente, mas esperam ganhar aquela famosa ´lembrancinha´. E assim também muitas vezes essa é a forma de que demonstram seu amor.
  • Tempo de qualidade – essas mães são aquelas que insistem e gostam de estar por perto, querem gastar tempo juntos. Amam viajar juntos, estão sempre arrumando algo ou algum evento para reunir a turma. Ou pedindo para os filhos que o façam, muitas vezes de maneira velada, mas pedem.
  • Serviço – sabe aquela mãe que você não pode dizer que está precisando fazer algo que ela já se levanta e diz como eu posso te ajudar? Ou aquela que chega para te visitar e já sai recolhendo os brinquedos do neto espalhados pela casa, ou vai lavando a louça na pia ou ainda a roupa que estava na bacia. Pois é, essa é a mãe que tem como linguagem do amor o servir. Se essa também for a linguagem de amor que ela entende para receber amor, perceba e preste atenção como você pode ser útil pra ela, essa será a melhor demonstração de amor que você poderá fazer.
  • Contato – já viu aquela mãe pegajosa? Que abraça e beija o tempo todo? Onde vai ela quer estar de mãos dadas, quando senta tem que ser do ladinho, em contato o tempo todo! Acredite, existem mamães assim e não são poucas! Aproveite, se a sua mãe for dessas passar o dia bem agarradinho a ela será o seu melhor presente!
  • Palavras de encorajamento – mães falam pra caramba eu sei, mas existem aquelas que falam ainda mais, que te põe pra cima, que elogiam sempre, dão força apenas com algumas palavras. Não poupe elogios pra ela, se sua mãe for dessas.
  • Importante – Nada como uma boa análise de solo para definirmos qual o tipo de adubo que devemos usar sob os pés daquela planta especial. Sem sabermos ao certo o que já existe naquele solo, impossível receitar algum tipo de adubo. Portanto, faça a leitura correta da sua mãe, faça uma análise minuciosa. Porque não se trata do que o que você acha que ela gosta, mas sim de uma análise criteriosa para definir qual adubo você deve usar, qual a linguagem de amor que a sua mãe entenderá melhor o seu gesto de amor. Não existe gesto certo ou errado no caso das mães, pois todos nós precisamos de todos os adubos citados acima, mas uma análise nos permitirá saber o que realmente faz a diferença pra ela e então, você pode e deve usar e abusar desse recurso, desse adubo, para fazer das mamães as mulheres mais felizes do mundo, não apenas no dia das mães, mas todos os dias!

 

Aos que não têm mais como adubar e cuidar de suas mães, como eu, porque estas já partiram, não se entristeça, lembre-se com carinho dela neste dia das mães. Certamente Deus ouvirá a oração do seu coração e onde ela estiver, receberá o seu carinho e o seu amor pelas mãos de Deus.

Feliz Dia das Mães a todas! Que Deus as abençoe!

Se você tem alguma sugestão para as próximas matérias, alguma crítica ou pergunta, entre em contato: [email protected]

Foto

Maria José Barros (Mazé)

ver mais
Publicidade:

mais de Maria José Barros (Mazé)

Comentários:

1