Questionamento da leitora Maria Elisabeth Graudino

Questionamento da leitora Maria Elisabeth Graudino

- Foto: Divulgação

Meu filho precisa fazer um tratamento fisioterápico, porém ele somente participa de uma única sessão por semana, um tempo muito pequeno para um tratamento desta complexidade.  Não haveria possibilidade de um número maior de dias de fisioterapia para as pessoas que precisam deste tipo de tratamento.

Maria Elisabeth Graudino 

Resposta:

Maria Elisabeth, tenho certeza que seu filho recebe toda o acolhimento e atenção dos profissionais do Centro de Reabilitação Bem Me Quer, instalado no Jardim Cruzeiro. Encaminhei suas considerações aos fisioterapeutas dessa unidade e fui informado que os pacientes como o seu filho Alexandre fazem acompanhamento semanal, pois apresentam o quadro clínico e funcional estável, ou seja, fazem a fisioterapia para manutenção do quadro. Importante lembrar que ele está há cerca de dez anos fazendo fisioterapia conosco e, conforme avaliação do Bem Me Quer, o melhor procedimento, no momento, é manutenção da fisioterapia semanal. Conforme explicou a fisioterapeuta Tatiana Criado, que atua há treze anos no nosso Centro de Referência, o Alexandre anda com andador e é independente para algumas atividades de vida diária. Segundo ela, os pacientes que fazem fisioterapia com maior frequência são aqueles casos agudos e que precisam de maior frequência por conta do tempo menor de lesão. Tatiana lembra que o Alexandre utiliza transporte público e para melhor otimização da ambulância ele é atendido uma vez por semana, um tempo maior de sessão que costuma ser de trinta minutos para aqueles que fazem duas vezes por semana.

Você pode ficar tranquila, Elisabeth, pois seu filho é atendido por profissionais experientes que prezam pelo atendimento humanizado. A unidade de saúde “Bem Me Quer” consolida-se como principal centro de reabilitação integrado da região. Os usuários do SUS em Mairinque, em um único local, contam com serviços de Fisioterapia, Psicologia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. São cerca de cem pacientes, crianças, jovens e adultos, oriundos das unidades básicas de saúde (UBSs) e busca espontânea. O Centro de Reabilitação Bem Me Quer trabalha com a mesma equipe há 17 anos e conta com três fisioterapeutas, três psicólogos, um fonoaudiólogo, um terapeuta ocupacional e um auxiliar administrativo. O Bem Me Quer é o único centro de reabilitação da região que atende todas essas especialidades de forma integrada, num mesmo lugar.

 

 

Foto

Fala Prefeito Mairinque

ver mais
Publicidade:

mais de Fala Prefeito Mairinque

Comentários:

1