Está mais fácil abrir uma empresa em São Paulo

Está mais fácil abrir uma empresa em São Paulo

- Foto: Reprodução/Internet

Com o lançamento do Portal Via Rápida Empresa – ferramenta online que permite o processo de registro e abertura de empresas via internet - ficará mais ágil e fácil o cadastro de novas empresas no Estado. Ao todo são 104 prefeituras que já estão vinculadas ao sistema. Isso vai de encontro ao anseio dos empresários que pleiteiam um processo mais ágil de abertura de seus negócios. A burocracia acaba fazendo com que muitos negócios nem se concretizem, os empresários têm que investir todo o dinheiro para instalação do seu empreendimento e não podem gerar receita porque não tem licença para funcionar, o que para os Estados, Municípios e a União também é ruim já que não arrecadam impostos enquanto o negócio não começa.

O Via Rápida Empresa é um sistema único que integra os sistemas Cadastro Web e o Sistema Integrado de Licenciamento (SIL) com o objetivo de coletar dados para o registro comercial, a consulta prévia de viabilidade de localização, desde que o município esteja conveniado, e as licenças para o exercício das atividades econômicas, nesse caso para todos os municípios paulistas, conveniados ou não.

 O sistema está integrado à diversos órgãos estaduais responsáveis pelo licenciamento como a vigilância sanitária, o meio ambiente e o corpo de bombeiros que também fornecem licenças online.

 Com a inauguração da nova fase do sistema, chamada Via Rápida Empresa 2, para abrir uma sociedade limitada o empresário não precisará mais ir à Junta Comercial, pois todo o processo poderá ser feito de forma eletrônica, inclusive o envio dos documentos, as análises e os deferimentos.

E para utilizar o portal é muito simples, basta acessar o sítio www.jucesp.sp.gov.br, por meio do Cadastro Web.

O usuário deverá entrar no sistema utilizando certificado digital do próprio empresário, do contador, do advogado ou de um representante ou então utilizando os dados cadastrados na Nota Fiscal Paulista.

O sistema enviará um protocolo para o e-mail registrado e avisará a Jucesp de que existe um novo registro em andamento. Na sequência o empresário escolhe a atividade empresarial e o município onde a empresa está estabelecida, se o município for conveniado a abertura será ainda mais rápida.

O contrato social poderá ser enviado pelo próprio sistema e assinado digitalmente.

 Após o pagamento das guias de arrecadação os dados são encaminhados para a Jucesp de forma presencial ou eletrônica.

 A análise dos documentos é feita em até 5 dias e o usuário poderá retirar os documentos registrados ou recebê-los de maneira eletrônica, ficando assim apto à atividade empresarial.

 

 

 

Foto

Ricardo Rios

ver mais

mais de Ricardo Rios

Comentários:

1