Paulistanos sofrerão ainda mais

Paulistanos sofrerão ainda mais

- Foto: Divulgação

É muito fácil fazer cortesia com o chapéu dos outros! Principalmente sem medir as consequências.

Um grupo religioso católico chamado Pastoral do Migrante está causando muitos problemas para os paulistanos e a situação ainda irá piorar muito mais.

Inicialmente você precisa saber a diferença entre migração e imigração.

Migração é quando você se muda de um estado do seu país, para outro estado dentro do seu próprio país. Por exemplo, você vivia em Pernambuco e saiu de lá para ir morar no Espírito Santo.

Imigração é quando você se muda de seu país de origem (onde você nasceu) e vai morar em um outro país. Por exemplo, você nasceu no Haiti e veio morar no Brasil.

O grupo religioso Pastoral do Migrante foi formado com o intuito de ajudar nordestinos (pessoas nascidas na região Nordeste do Brasil) a migrarem para estados da região Sudeste do Brasil. Como o próprio nome diz, eles deveriam cuidar da migração (dentro do Brasil). No entanto, sem perguntar para a sociedade brasileira se é isso que ela queria, este grupo começou a trazer pessoas de outros países para dentro do Brasil, principalmente haitianos; mas isso não é migração, isto é imigração.

Os religiosos vêm sempre com aquele papo de ajudar ao próximo e não se importam que isso dificulte ainda mais a vida dos seu próprio povo!

Argumentos do tipo “o Brasil é grande, cabe todo mundo” ou “esta é uma terra abençoada, um coração de mãe” não convencem nenhum pouco e não deveriam ser usados nunca para piorar ainda mais a vida dos brasileiros.

Acontece que apesar do Brasil ser territorialmente grande, os imigrantes haitianos trazidos pela Pastoral do Migrante, recusam-se a ficar em estados como o Tocantins, Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul etc. Eles todos vão para São Paulo. Nem mesmo os próprios nordestinos que são brasileiros ficam nos estados do nordeste do Brasil; há anos eles vão em massa para São Paulo, imagine os estrangeiros!

São Paulo é uma cidade abarrotada de pessoas. Tem pessoas vindas de diversos lugares. Tem milhares de nordestinos, bolivianos, paraguaios, argentinos, haitianos etc. Uma verdadeira cidade cosmopolita, que infelizmente vai acabar muito mal.

O trânsito de São Paulo é caótico, o transporte públicoé abarrotado, há um alto nível de criminalidade e já há mais de um ano a população vem sofrendo com falta de água.

A infraestrutura urbana de São Paulo está sobrecarregada e não suporta mais ninguém!

Os nordestinos que diziam que estavam indo para São Paulo por estarem fugindo da seca, acabaram por secar os mananciais de São Paulo. É proibida a construção de qualquer coisa na área de proteção dos mananciais, mas assim mesmo eles desmatam e constroem.

Xenofobia significa aversão por estrangeiros, mas eu não sofro deste mal. Não estou implicando com os imigrantes haitianos que não param de chegar em São Paulo (veja: https://spmigrantes.wordpress.com/2012/03/14/haitianos-superlotam-casa-do-migrante-em-sao-paulo/ ) ou com os dez mil refugiados sírios que a presidente Dilma permitiu entrarem no Brasil. Estou preocupada com os paulistanos que vão acabar morrendo de sede no verão que se aproxima; e que a meteorologia já avisou que será ainda mais quente do que o verão do ano passado.

Ajudar ao próximo é algo louvável contanto que não destrua o meio ambiente e não ponha sua própria população em sofrimento. Assim sendo fica o alerta para os paulistanos. Preparem-se pois o verão será extremamente quente e irá faltar água e energia elétrica!

 

Foto

Sandra Maria Duarte

Sandra Maria Duarte é Professora, geógrafa e psicanalista e vive na Índia O Melhor Blog sobre a Índia é Sucesso entre Jornalistas e Professores. Tema de tese de Doutorado, Mestrado e diversos TGs. Fonte da novela Caminho das Índias. https://indiagestao.blogspot.com

ver mais

mais de Sandra Maria Duarte

Comentários:

1