13/10/2017 às 14h23min - Atualizada em 13/10/2017 às 14h23min

Agente de Trânsito emite nota de esclarecimento após denúncia e ameaças em redes sociais

Profissional afirma que foi ameaçado e ofendido após publicação nas redes sociais

Uma divergência de trânsito ocorrida no dia 04 de outubro deu início a uma série de acusações e ameaças a agentes de trânsito de São Roque. Tudo ocorreu quando, segundo o agente, um comerciante postou uma foto do parquímetro em frente a sua loja alegando que o aparelho não estava funcionando no momento em que estacionou e, mesmo assim, foi multado pelo profissional do trânsito.

Ao publicar a foto nas redes sociais o comerciante teria feito críticas ao trabalho do agente, publicação que logo adquiriu tons de ofensa e ameaça por parte de outros indivíduos que comentaram o post, afirmando que iriam agredir fisicamente o profissional. Diante da situação o agente fez um boletim de ocorrência na Delegacia de São Roque por ameaça e emitiu uma nota sobre a situação. Confira a nota.

“A Foto tirada pelo comerciante produziu apenas prova contra sí mesmo e comprovou a sua má fé, pois o horário de funcionamento da Zona Azul é de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e aos sábado, das 9h às 13h, sendo que o parquímetro foi fotografado as 16h52, ou seja, fora do horário de funcionamento. É importante esclarecer que todos os parquímetros apresentam a informação “FORA DE USO”, fora do seu horário de operação, comprovando assim a falta de veracidade das informações postadas e o intuito do comerciante de denegrir a imagem dos agentes de trânsito. A postagem em rede social rendeu críticas, ameaças, ofensas sem nem mesmo saber o que ocorreu.

É lamentável que pessoas deste tipo tenham que recorrer a situações como essa apenas para se vingar e se livrar de uma punição por não respeitar a legislação de trânsito. Vale ressaltar que desacatar o servidor público é crime previsto no artigo 331 do código penal.

A Zona Azul é um ‘mal necessário’ que impede que veículos fiquem estacionados o dia todo aumentando a oferta de vagas e beneficiando o próprio comerciante onde o consumidor tem onde estacionar. 

O setor de Trânsito também orienta caso o usuário tenha problemas com o parquímetro que como qualquer aparelho eletrônico pode apresentar algum defeito, ou vandalizado deve comunicar um monitor ou agente de trânsito ou então ligar nos telefones 4717-7505 ou 4784-8528 e se dirigir a outro parquímetro.

O novo sistema permite visualizar todo o histórico de acionamento de cada placa e de cada parquímetro.

A fiscalização ocorre por meio de aplicativo via on-line e identifica veículos que já estão acionados, ou seja, não adianta tentar enganar os fiscais e burlar o sistema.

No dia do ocorrido foi feito um relatório do parquímetro para verificar o seu funcionamento e ficou comprovado que no momento em que o comerciante foi autuado, todos os outros veículos estacionados no mesmo horário de autuação estavam corretos e com o acionamento do parquímetro. Estas informações estão disponíveis para qualquer cidadão que queira saber dos fatos na empresa Troia Park, responsável pelos aparelhos”

O agente de trânsito ofendido nas redes sociais afirma que pretende processar o comerciante que o acusou por calúnia e pedir indenização por danos morais. 

Link
Tags »
agente transito são roque nota esclarecimento ofendido ameaçado
Notícias Relacionadas »
Comentários »