13/04/2017 às 11h29min - Atualizada em 13/04/2017 às 11h29min

Parceria entre Prefeitura e Corpo de Bombeiros deverá punir quem provocar incêndio florestal

- Foto: divulgação

Nesta época do ano, meses que compreendem o outono e o inverno, é notório o aumento de queimadas em São Roque e região.  Para os menos avisados tal prática é crime municipal, segundo a Lei 3.335, de autoria do exvereador “Marquinho Chula”, e sancionada pelo ex prefeito Efaneu em 26/10/10.  

É importante esclarecer que a área de atuação do Corpo de Bombeiros da cidade se estende aos municípios de São Roque, Mairinque, Ibiúna, Alumínio e Araçariguama, o que torna quase impossível a ação dessa força protetora na contenção desses eventos, visto que,  além da vastidão territorial o efetivo diário se resume a nove soldados por turno, tendo ainda que socorrer acidentes tanto na Castello Branco, da divisa de Santana de Parnaíba a Itu, quanto na Raposo Tavares do km 46 ao 82, incluindo-se aí a Rodovia BunjiroNakao, até a divisa com Piedade, sem falar nas estradas vicinais que cortam nosso município.

Como nos primeiros dias do mês de abril muitos incêndios florestais aconteceram em São Roque, a Prefeitura e a unidade local do Corpo de Bombeiros se uniram no sentido de coibir os causadores dessas tragédias ambientais.

A partir de agora o Corpo de Bombeiros ira comunicar a Divisão de Fiscalização da Prefeitura que deverá autuar os infratores com base na lei 3.335 de 2010.

Cabe ressaltar que, praticamente todas as queimadas são provocadas por ação humana, mas os soldados do fogo alertam que existem regras básica de segurança que podem prevenir essas agressões ambientais, para isso basta seguir algumas dicas de segurança.

É importante observar algumas regras básicas de segurança:

  • Manter terrenos limpos e sem materiais combustíveis;
  • Ao observar o aparecimento de focos de incêndio, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros e/ ou Defesa Civil;
  • Não tentar combater um incêndio sozinho;
  • Não jogar pontas de cigarros acesos em terrenos baldios, bem como em margens de rodovias.  Elas podem causar grandes incêndios;
  • Evitar fogueira próxima a mato;
  • Queimadas prejudicam a visibilidade de motoristas, nas ruas e, principalmente, em rodovias, podendo causar grandes acidentes;
  • Não permitir que seus filhos brinquem com fósforos ou isqueiros;

Junho e julho são meses de festejos, então, os cuidados devem ser redobrados, pois, cabe salientar que soltar balões é crime ambiental e está previsto na Lei Federal número 9.605, de 12/02/1998.

Em caso de emergência ligue 193, mantenha-se calmo, diga seu nome, número do telefone que está usando.  Se for orelhão, diga o número que está escrito no aparelho, informe ao atendente a sua emergência e passe o maior número de dados possível, assim feito aguarde a confirmação do atendente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »