03/02/2014 às 08h53min - Atualizada em 03/02/2014 às 08h53min

O verdadeiro amor

Quando eu o conheci ambos éramos jovens.

Sandra Maria Duarte

Quando eu o conheci ambos éramos jovens.

Com o passar do tempo, tudo mudou...

Um dia cheguei em casa com um novo corte de cabelo que não havia dado certo. Meu cabelo tinha ficado espetado para cima, bem na parte da frente, onde antes eu tinha uma linda franja; mas ele não se manifestou, me aceitou com aquele cabelo ridículo que demorou meses para crescer e voltar ao que era antes.

Passados 8 anos eu engordei 10 quilos, por relaxo mesmo; mas ele continuou me amando assim mesmo.

Mesmo quando eu chegava em casa cansada do trabalho e não tinha paciência para lhe dar atenção, ele continuava me tratando como antes, e sempre ficava feliz ao ver.

Certa vez ao voltar para casa foi que percebi que ele também havia envelhecido. Sua aparência havia mudado, já não parecia mais como antigamente, sua barbicha havia embranquecido, mas continuava me tratando igual, com muito amor e carinho.

Foi ele que me ensinou o que é o verdadeiro amor, o amor incondicional. Sou eternamente grata ao meu amado gato por tudo o que ele me ensinou, apenas aceitando-me como sou.

Gatos são bênçãos de Deus!

Link
Tags »
O verdadeiro amor
Relacionadas »
Comentários »
total

3468583 visitas

          

Você é a favor da vinda o Uber a São Roque

95.2%
4.8%
0%